• Baltoro Insights

Mercado cervejeiro continua crescendo no Brasil

Updated: Nov 19, 2019

Apenas em 2018, o segmento cresceu cerca de 23%. E a expectativa para os próximos anos não poderia ser melhor.

A tendência é que o mercado cervejeiro brasileiro continue em constante crescimento. Os números, por si só, já são suficientes para comprovar a impressionante evolução deste segmento no país.


Em 1999, o Brasil possuía apenas 192 fábricas de cerveja. Dez anos depois, o número chegou a módicos 255. Contudo, de 2014 em diante, o país experimentou um verdadeiro boom neste segmento: foram abertas, em média, 100 novas fábricas todos os anos.


Quem pensava que após tamanha expansão o mercado de cervejas começaria a ficar estagnado, se enganou. Apenas em 2018, o segmento cresceu cerca de 23%. E a expectativa para os próximos anos não poderia ser melhor.


Aumento no número de cervejarias registradas no país


No que se refere às cervejas premium, a participação do setor aumentou de forma considerável. Em 2007, a participação do segmento em vendas totais girava em torno de 7%, saltando para 11% em 2016.


Já em 2017, houve um aumento equivalente a 37,7% no número de cervejarias existentes no Brasil, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). No total, foram 679 cervejarias registradas em 2017.


Trata-se de um aumento significativo com relação ao ano anterior. Em 2016, o número de cervejarias registradas era de apenas 493.


Em 2018, ainda de acordo com dados divulgados pelo MAPA, o número de cervejarias em operação chegou a 889, 270 a mais do que no ano de 2017. Em média, uma nova cervejaria foi aberta a cada dois dias.


Assim, o segmento manteve um crescimento médio de cerca de 30% ano após ano.


Agora, em 2019, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que foi aberta a milésima fábrica de cerveja no Brasil, consolidando a constante e impressionante expansão do mercado cervejeiro no país.


Neste ano, 111 novas fábricas foram registradas em apenas 150 dias, totalizando uma média de abertura de 22 fábricas por mês. O número é quatro vezes maior do que aqueles observados em 2009. Ou seja, o número de fábricas simplesmente quadruplicou no Brasil nos últimos dez anos.


E para quem deseja começar a investir no setor ou pretende continuar investimento, a boa notícia é que as previsões apontam que ainda há muito espaço para crescimento do mercado cervejeiro. A expectativa é de que o segmento - que hoje corresponde de 1% a 2% da indústria de bebidas - dobre até 2020.


Número de cervejarias nos estados e municípios brasileiros


Atualmente, 479 dos 5.570 municípios existentes no Brasil possuem ao menos uma cervejaria devidamente registrada. No total, já são 900 fabricantes registrados nessas localidades.


No caso dos municípios, o último levantamento feito em 2018 apontou que Porto Alegre/RS lidera o ranking, contando com 35 cervejarias registradas, seguida por Nova Lima/MG, com 19, Caxias do Sul/RS com 16, Curitiba/PR com 14, Nova Friburgo/RJ com 10, Sorocaba/SP com 10, Juiz de Fora/MG, Petrópolis/RJ e São Paulo/SP, todas com 9, e Belo Horizonte/MG com 8.



Quanto aos estados, o Rio Grande do Sul lidera o ranking dos estados com mais cervejarias, contando com 186 fábricas de cerveja. Em segundo lugar aparece o estado de São Paulo, com 165 fábricas, seguido de Minas Gerais, que possui 115, Santa Catarina com 105, Paraná com 93, Rio de Janeiro com 62, Goiás com 25, Espírito Santo com 19, Pernambuco com 18 e, por fim, o estado do Mato Grosso, que conta com um total de 13 fábricas.


Mercado de cerveja artesanal no Brasil já é o terceiro maior do mundo


Atualmente, o mercado brasileiro de cerveja artesanal já é o terceiro maior do mundo. Hoje, o país produz cerca de 140 milhões de hectolitros (ou 14 bilhões de litros) anualmente.


Segundo a Abracerva, 3% do mercado cervejeiro é composto por cervejas artesanais, segmento que vem crescendo a uma média de 40% ao ano no Brasil, representando entre 1% a 1,5% do faturamento total do setor.


À nossa frente estão China e Estados Unidos. Os chineses produzem, em média, 48 bilhões de litros por ano, enquanto a produção americana atinge uma média de 22,5 bilhões de litros anuais.


Atrás de China, Estados Unidos e Brasil, aparece a Rússia, com uma produção média anual de 10,2 bilhões de litros. Na quinta colocação aparece a Alemanha, com uma produção anual de cerca de 9,5 bilhões de litros.


Com a consolidação do Brasil como terceiro maior produtor de cerveja do mundo, vislumbrando crescimento anual constante girando em torno de 30% e contando com a abertura da milésima fábrica em 2019, as expectativas continuam altas para o mercado cervejeiro brasileiro.


O setor, mesmo após o boom inicial, não estagnou. Pelo contrário: continuou em constante expansão.


Por isso, os próximos anos prometem ser bastante promissores tanto para quem já investe no setor quanto para aqueles que desejam diversificar seus investimentos e ingressar neste novo mercado. Ainda há muito espaço para crescimento e a tendência é que continuem surgindo ainda mais fábricas por todo o país.

Canal de conteúdo e blog com ideias, tendências e informação para você entender no que pensa e acredita a equipe do Baltoro Group.

Insights | UPDATE

Mantenha-se sempre informado.

  • Instagram Baltoro Group
  • Linkedin Baltoro Group
  • Branco Facebook Ícone
  • Youtube Baltoro Group
  • Pinteres Baltoro Group

2019, Baltoro Insights. Baltoro Group, Todos direitos reservados.