• Baltoro Insights

A importância e os benefícios das políticas de responsabilidade social para as empresas

Updated: Aug 29, 2019

É a escolha entre adotar ou deixar de incorporar políticas de responsabilidade social no dia a dia de sua empresa que poderá definir o sucesso ou o declínio de seus negócios.



A forma como os consumidores enxergam empresas mudou. A velha imagem da empresa cuja existência se resume à persecução do lucro ficou para trás. Agora, há uma forte e crescente demanda por instituições conscientes que busquem, além de lucro, dar algo em troca para a sociedade, contribuindo com a promoção e desenvolvimento de causas sociais e de preservação ambiental.


Nesse contexto, uma empresa deve, além de ser reconhecida por desenvolver excelentes produtos ou prestar um ótimo serviço, ser também lembrada por seu comprometimento com o meio ambiente e com a comunidade onde está inserida. Tem-se, assim, o surgimento da chamada responsabilidade social da empresa.


Basicamente, responsabilidade social diz respeito às ações desenvolvidas por pessoas jurídicas para contribuir com a sociedade, seja por meio de apoio a causas sociais ou do desenvolvimento de ações de preservação ambiental. Desse modo, a responsabilidade social da empresa diz respeito ao conjunto de ações desenvolvidas com o objetivo de beneficiar a comunidade e o meio ambiente como um todo.


Trata-se, mais do que nunca, de gerar valor para a sociedade, promovendo o bem-estar social e preservação dos recursos naturais de nosso planeta, priorizando o coletivo em detrimento de benefícios próprios ou de acionistas.


Para se ter ideia da importância da incorporação de políticas de responsabilidade social para a sobrevivência de uma empresa no mercado, estudos recentes já apontam que, no Brasil, 87% dos consumidores preferem comprar de empresas sustentáveis e 70% afirmaram não se importar em pagar preços mais altos por isso.

O primordial interesse empresarial em maximizar seus lucros agora terá de andar lado a lado com seu engajamento e preocupação com os interesses coletivos, já que o público consumidor passou a reconhecer e valorizar mais as empresas que adotam posturas éticas, respeitam a comunidade e colaboram com ações de proteção ambiental.


Sendo assim, o engajamento empresarial no tocante a pautas que traduzem os valores defendidos pelos consumidores passou a representar um grande diferencial competitivo. Para se ter ideia da importância da incorporação de políticas de responsabilidade social para a sobrevivência de uma empresa no mercado, estudos recentes já apontam que, no Brasil, 87% dos consumidores preferem comprar de empresas sustentáveis e 70% afirmaram não se importar em pagar preços mais altos por isso.


Por isso, a responsabilidade social deve ser adotada enquanto valor corporativo. Toda e qualquer empresa que queira sobreviver e se destacar diante de um mercado altamente competitivo deve, necessariamente, atuar no sentido de participar o máximo possível de programas sociais e se mostrar comprometida com a causa ambiental.


Além de gerar benefícios para a sociedade e colaborar com a mitigação dos impactos negativos que são causados diariamente ao meio ambiente, a instituição acaba beneficiando a si mesma, considerando que estará ganhando mais credibilidade perante os consumidores e, assim, alavancando a consolidação da marca como a preferida pelo público.



Ademais, os benefícios provenientes da adoção de novos valores corporativos e incorporação de políticas de responsabilidade social não se traduzem somente na fidelização de clientes. Consolidar sua marca como sustentável também tornará mais fácil atrair investimentos.


Afinal, todo e qualquer investidor deseja investir em uma empresa bem sucedida, pois pretende obter retornos financeiros a partir de seu investimento. E, para isso, é preciso optar por instituições competitivas que estejam entre as preferidas dos consumidores, obtendo resultados satisfatórios e que apresente constante crescimento, com sua marca cada vez mais consolidada no mercado.


De igual modo, tornar-se uma empresa consciente e sustentável também faz com que seus funcionários criem um sentimento de que fazem parte de algo muito maior e de que estão, de alguma forma, realmente fazendo a diferença para transformar o mundo em um lugar melhor. Sendo assim, passam a valorizar mais o trabalho que realizam diariamente dentro da instituição, desempenhando suas funções com mais dedicação e esforço, o que intensifica a conexão com a empresa.


Empresas engajadas se tornam mais competitivas e atraem clientes mais fiéis, que se sentem muito mais satisfeitos sabendo que a instituição, além de entregar um bom produto ou serviço, também colabora com o desenvolvimento de causas importantes para sociedade.

Como resultado, tem-se um trabalho melhor desenvolvido, gerando melhor experiência aos consumidores diante do produto/serviço ofertado e, consequentemente, conquistando a preferência do público.


Diante disso, parece lógico concluir que, no médio e longo prazo, empresas que não se adequarem aos novos padrões exigidos pelos consumidores ficarão para trás e serão engolidas pelos concorrentes que mudaram sua postura. Empresas engajadas se tornam mais competitivas e atraem clientes mais fiéis, que se sentem muito mais satisfeitos sabendo que a instituição, além de entregar um bom produto ou serviço, também colabora com o desenvolvimento de causas importantes para sociedade.


Com o passar do tempo, tamanha identificação com a empresa fará com que milhares de indivíduos acabem por se tornar verdadeiros advogados da marca - o que, afinal, é o que qualquer empresa deseja alcançar: criar uma identificação tão grande com o público consumidor a ponto de sua marca passar a ser lembrada e recomendada sem, necessariamente, precisar investir em mais ações de marketing e publicidade para isso.


Além disso, proporciona e promove maior satisfação entre seus funcionários, que passam a nutrir verdadeira admiração pela instituição para a qual trabalham e, consequentemente, procuram dar o seu melhor para alavancar a imagem da instituição e conquistar definitivamente a preferência dos consumidores. Por fim, a boa reputação conquistada pela marca perante o mercado resulta em maiores chances de atrair investimentos.


Assim, a adoção de políticas de responsabilidade social reflete-se em benefícios tanto para empresas, seus funcionários e investidores, quanto para a sociedade. E, felizmente, a tendência é que cada vez mais instituições direcionem suas ações e práticas em favor de mais sustentabilidade, já que se adequar às novas demandas dos consumidores se tornou uma grande vantagem competitiva para se destacar diante dos concorrentes e fidelizar um número muito maior de clientes em um mercado que a cada dia se torna mais competitivo.


O importante é ter em mente que, muito mais do que o produto confeccionado ou serviço prestado, é a escolha entre adotar ou deixar de incorporar políticas de responsabilidade social que poderá definir o sucesso ou o declínio de seus negócios.


#responsabilidadesocial #impacto #insights

Canal de conteúdo e blog com ideias, tendências e informação para você entender no que pensa e acredita a equipe do Baltoro Group.

Insights | UPDATE

Mantenha-se sempre informado.

  • Instagram Baltoro Group
  • Linkedin Baltoro Group
  • Branco Facebook Ícone
  • Youtube Baltoro Group
  • Pinteres Baltoro Group

2019, Baltoro Insights. Baltoro Group, Todos direitos reservados.